COVID-19 e o Silêncio
Refriar Brasil COVID-19 e o Silêncio

COVID-19 e o Silêncio

Muitas coisas aconteceram ao longo dos meses de março até o final de 2020: pessoas morreram, amigos foram infectados e recuperados, vizinhos foram internados e o uso das máscaras se tornou obrigatório.
Mas qual a relação entre COVID-19 e Silêncio? E o que a refrigeração mudou ao longo da pandemia? Ocorreram coisas assustadoras: restrição obrigatória, pessoas se isolando, uns por obrigatoriedade e outras por estarem em situação de risco.

Nos atendimentos a clientes é necessário considerar indivíduos irritados, impacientes, relatando perdas e demissões…
Num certo sábado desses, recebemos o chamado de um cliente com um problema, alegando que tinha que ser resolvido imediatamente. Como de costume, utilizamos a moto para poder chegar mais rápido ao local.
Chegando no endereço mostrado no celular (Google Maps), em 15 minutos, buscou-se o proprietário do estabelecimento, que não sabia de nada e nem quem havia feito o chamado.

Já quase saindo do local, um senhor saiu de sua residência, numa distância de 200 metros do endereço anotado, se identificou e informou que ele havia feito o chamado. O que nos deixou sem entender mais nada…

Refriar Brasil - COVID-19 e o SilêncioE ele, apontando para um comércio (Casa do Norte Barreto 2), disse: “Estão vendo aquele comércio? Aquele motor está fazendo muito barulho e não está nos deixando dormir. Preciso de um laudo para resolver o problema.”

Reunimos o proprietário e o morador para apresentar uma solução, com a opção de três orçamentos, que se diferenciavam entre valores e testes para baratear a solução. O tal motor de Câmara Fria já estava no local há mais de 10 anos.

Outro caso de cliente que entrou em contato relata que no local havia um proprietário de açougue indignado, dizendo que a justiça iria fechar o estabelecimento, já que a unidade condensadora (instalada dentro do açougue) estava com ruído muito alto.

Esta instalação foi feita pela Refriar Brasil 5 meses antes da quarentena. Foi verificado e analisado tecnicamente, e por não estar numa área externa, mas sim dentro do estabelecimento, foi feita uma carenagem para abafar o ruído, oferecendo um método barato para que o cliente pudesse se recuperar financeiramente.

Nossa mentalidade é a de que o cliente prospere, pois numa parceria transparente e de confiança todos ganham, e a realização dos serviços pode ocorrer com maior precisão.

Além destes casos, podemos relatar muitos outros, onde o confinamento acabou trazendo impaciência, intolerância e irritabilidade entre pessoas de todas as idades.

Os custos da mudança de unidades condensadoras comum por um “carenado” dependem da capacidade de refrigeração. Em alguns casos pode chegar a R$ 10 mil ou mais, e a maioria dos clientes não estão preparados para tal investimento. Ninguém divulga este tipo de ocorrência, e por isso achamos necessário falar a respeito.

Astrogildo Portugal

Técnico em Refrigeração desde 1994, trabalhou em empresas como Carrefour, Du Pont etc. Possui cursos e aperfeiçoamento para manutenção de Sistemas de Refrigeração e desenvolveu ao longo do tempo um atendimento personalizado para cada cliente. Sejam bem-vindos!!

24 HORAS